Agua (PT)

ÁGUA refere-se à conceção e implementação de projetos hidráulicos de grande escala para irrigação e indústria em municípios e aldeias rurais. O acesso a água potável, saneamento e higiene é o mais básico dos direitos humanos. Não é um luxo. Uma resolução da Assembleia Geral das Nações Unidas considera-a um pré-requisito para a concretização de todos os direitos humanos. No entanto, um pouco por todo o mundo verifica-se uma incapacitante falta de água potável, o que significa que um direito básico fica por alcançar e que as doenças prosperam. É sobre milhões de mulheres das áreas rurais de África e Ásia que recai este fardo da desigualdade. Passam várias horas por dia a percorrer grandes distâncias para transportar pesadas cargas de água.

Embora existam muitas organizações internacionais de grande valor que distribuem água potável e sanitária, a abordagem ÁGUA da Mitrelli é completamente abrangente. A sua premissa base é que o sucesso pode ser garantido através da análise – uma análise rigorosa terá que ser executada antes da instalação dos sistemas de purificação de água; adaptabilidade – criar sistemas de purificação personalizados para cada conjunto individual de condições; e continuidade – garantir que a manutenção do sistema de abastecimento de água é realizada por pessoal local na sua própria comunidade. O sistema torna-se então duradouro.

Água Em Ação:

Água Para Todos

Água Para Todos é um dos projetos mais ambiciosos da Mitrelli até à data. O seu objetivo é construir a infraestrutura para abastecer 180 aldeias remotas espalhadas por Angola com água fresca, limpa e potável e garantir que o abastecimento se mantém. Fundado pelo Governo Angolano e tornado possível pelas competências da Mitrelli, o projeto está a conseguir algo que não foi nunca sequer tentado por qualquer outra organização. Foi projetada uma rede individual de abastecimento de água para cada uma das 180 aldeias e, dependendo da dimensão de cada aldeia, a instalação de pelo menos dois balneários bem como bacias, tanques de lavagem de roupa e controlo de esgotos. A instalação destes equipamentos nas aldeias traduzir-se-á numa melhoria exponencial da saúde comunitária.

1

Os desafios associados ao objectivo de fornecer água potável a 180 aldeias remotas são incontáveis, pelo que a Mitrelli tem realizado pesquisas rigorosas, através de recolha de dados, a fim de alcançar o sucesso e a sustentabilidade. Algumas das aldeias selecionadas estão próximas de uma fonte de água, o que significa que a água poderá ser facilmente bombeada para tanques de limpeza e daí para uma rede de canalizações e assim abastecer a aldeia com água potável. Para as aldeias que não possuem acesso a uma fonte de água, estão planeadas estradas alcatroadas e soluções para outros obstáculos logísticos, a fim de assegurar a este projeto a melhor possibilidade de sucesso.

2

A Mitrelli compreende que se não houver lugar a formação do pessoal local, as perspetivas de manutenção do abastecimento de água são diminutas, pelo que em cada fase do projeto é incorporado um programa de formação. Membros da população local estão a ser formados em manutenção e mecânica, no apoio aos tanques de filtragem na origem da rede e na manutenção das bombas e tubagens. Adicionalmente, a população aprenderá as bases da higiene pessoal, a importância dos banhos e da lavagem das mãos, controlo de esgotos, entre outros.

O projeto Água Para Todos está agora a funcionar em pleno, desenvolvendo e implementando esta vasta rede que irá mudar milhões de vidas, criando um melhor futuro para todas.

3